O que é e como realizar laudo de vibração ocupacional

Compartilhe com os amigos

Entenda o que é e como realizar laudo de vibração ocupacional

Através deste artigo, saiba o que é vibração ocupacional e entenda como funciona

Todas as empresas devem lidar e seguir certas normas e leis regulamentadoras. Afinal, são elas que mantêm o ambiente de trabalho mais seguro, protegendo não só os colaboradores, mas também o contratante, a empresa.

Infelizmente, muitas empresas não compreendem de fato a importância dos laudos ocupacionais. Há, muitas vezes, desconhecimento da lei. Outras vezes, porém, isto acontece por omissão. E para quem não sabe, as multas geradas pela falta do cumprimento das normas regulamentadoras são sempre salgadas.

Uma dessas normas regulamentadoras é a NR-15. Falaremos neste artigo mais especificamente sobre o laudo de vibração ocupacional, o que é e como realizá-lo.

O que é Laudo de Vibração Ocupacional

O que é e como realizar laudo de vibração ocupacional

Para aqueles que não são tão familiarizados, o laudo de vibração ocupacional é um documento que atesta ou não a insalubridade dos colaboradores que operam máquinas vibratórias pesadas que causem tremulações no corpo.

A não realização deste laudo pode comprometer o bem-estar do operador. Isso gera, claro, grande prejuízo e dores de cabeça à empresa contratante.

Geralmente, as empresas que trabalham com asfaltamento de vias, perfuração, compactação de terra na construção civil e que utilizam equipamentos vibratórios necessitam realizar o laudo de vibração ocupacional.

Estas tremulações causadas pelo maquinário podem ser tanto localizadas, em lugares específicos, como mãos, braços e ombros; como de corpo inteiro, que são as vibrações transmitidas com o operador deitado, sentado ou em pé, atingindo o corpo por completo.

Estas vibrações ou tremulações são medidas, via de regra, em Hertz (HZ).

Importância do laudo de Vibração Ocupacional

O laudo de vibração Ocupacional, como dito mais acima, protege sua empresa e também os colaboradores.  Manter um ambiente laboral tranquilo e seguro traz muitas vantagens. Por exemplo,  diminui as chances de gastos devido a eventuais danos à saúde do operador e multas pelo não cumprimento das normas regulamentadoras.

O laudo de Vibração Ocupacional analisa as consequências das tremulações em quatro importantes fatores. São eles: frequência das oscilações, aceleração das oscilações, pontos de aplicação e duração da ação.

Sua empresa deve realizar a medição de vibração ocupacional?

Todas as empresas que possuem máquinas que provocam vibrações devem realizar a análise das mesmas. Somente assim será possível elaborar as medidas a serem tomadas para neutralizar ou minimizar o risco existente no ambiente de trabalho, efetuar o pagamento da insalubridade de forma adequada e proteger o trabalhador.

Benefícios 

Um dos principais benefícios na realização da medição de vibração ocupacional para o trabalhador é a preservação de sua saúde. Enquanto que para o empregador, é através desta documentação que se define a obrigatoriedade ou não do pagamento do adicional de insalubridade ao empregado.

Possíveis doenças causadas pela exposição à Vibração

O corpo humano reage às vibrações de diferentes maneiras. A exposição ocupacional continuada às vibrações de mãos e braços traz efeitos neurológicos, vasculares e musculoesqueléticos.

Desta forma, muitos são os efeitos registrados, sendo os principais e mais danosos: a perda de equilíbrio, simulando labirintite, além de lentidão de reflexos; a manifestação de alteração no sistema cardíaco, com aumento da frequência de batimento do coração; os efeitos psicológicos, tal como a falta de concentração para o trabalho; a apresentação de distúrbios visuais, como visão turva; os efeitos no sistema gastrointestinal, com sintomas desde enjoo até gastrite e ulcerações; o comprometimento, inclusive permanente, de determinados órgãos do corpo e a degeneração gradativa do tecido muscular e nervoso.

Como realizar o laudo de Vibração ocupacional

A maneira mais eficiente para realizar o laudo de vibração ocupacional é com o auxílio de um engenheiro de segurança do trabalho. Ele ficará encarregado de identificar eventuais falhas. Além de treinar a equipe e outros serviços pertinentes à função, que visam manter a empresa de acordo com as regras e normas, prevenindo problemas futuros, minimizando os danos aos colaboradores.

O que é e como realizar laudo de vibração ocupacional

 

Como cuidar dos colaboradores expostos às tremulações

Sabemos que muitos equipamentos de fato causam tremulações, que é algo inevitável. Entretanto, há formas de evitar danos à saúde do colaborador. Por exemplo, sua empresa pode adotar pausas esporádicas para sua equipe de operadores, de modo a descansá-los e diminuir a frequência com que o corpo é exposto às tremulações.

Pode-se realizar, também, sessões de massagem, que relaxam a musculatura e evitam maiores danos aos operadores.

É recomendado, também, adquirir equipamentos novos e que tenham o selo do fabricante garantindo a qualidade.

Caso a empresa já tenha os equipamentos, realizar revisão do maquinário com periodicidade é importante para detectar falhas antes que elas causem danos à equipe de operadores.

Existem luvas e equipamentos com controle de impacto que diminuem os perigos causados pela exposição às tremulações.

Algumas Legislações e  Metodologias para esta Avaliação

Hoje, temos o Anexo 8 da NR 15 do Ministérios do Trabalho e Emprego. Ele estabelece critérios para caracterização da condição de trabalho insalubre decorrente da exposição às Vibrações de Mãos e Braços (VMB) e Vibrações de Corpo inteiro (VCI).

Temos também o anexo I da NR 09 que define critérios para prevenção de doenças e distúrbios decorrentes da exposição ocupacional às Vibrações de Mãos e Braços – VMB e as Vibrações de Corpo Inteiro – VCI, no âmbito do Programa de Prevenção de Riscos Ambientais.

O Decreto 3048/99 no seu anexo IV do INSS, estabelece parâmetros para a aposentadoria especial devido a exposição a Vibrações.

Metodologias da Fundacentro, através da NHO 09 e NHO 10, (Norma de Higiene Ocupacional).

Trabalhe com segurança

Agora que você já sabe o que é e como realizar o laudo de Vibração Ocupacional, não deixe que os problemas ligados à saúde e bem-estar da sua equipe gerem dores de cabeça.

Trabalhar seguindo as normas regulamentadoras é a escolha viável e segura para trabalhar com muito mais tranquilidade.

Aproveite e conheça mais sobre as Normas Regulamentadoras.

Conteúdo desenvolvido pela Agência Sense


Compartilhe com os amigos

Deixe seu comentário, ele é importante!

2 comentários em “O que é e como realizar laudo de vibração ocupacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *